Certas PalavrasPágina de Marco Neves sobre línguas e outras viagens

No Facebook, pare, escute e olhe: João Soares, Marcelo Rebelo de Sousa e David Bowie

Estas alturas de campanha prestam-se a todas as manipulações.

Até David Bowie é chamado à liça.

Primeiro, foi João Soares a passar-se:

JOAOSOARES

Hoje, foi a vez de Marcelo Rebelo de Sousa:

MARCELO

Ora, vamos lá ver. Olhem com atenção. Aproximem o nariz do ecrã…

Na primeira imagem, nota-se que «David Bowie» foi acrescentado no Paint (ou noutro programa do género).

A segunda imagem está mais trabalhada. O que significa que, no caso de Marcelo, é preciso reparar na diferente resolução da legenda.

Seja como for, sendo duas declarações absurdas, convém desconfiar mais do que o habitual.

Mas, não sendo verdade, são piadas apetitosas, não são? Quem já tem tendência para não gostar desde ou daquele político vai engolir a patranha com muita facilidade.

O que vale é que são piadas democráticas: atacam todos os lados.

De quem é a culpa? Talvez de quem se divirta a inventar estas piadas. Alguns acharão que é óbvio ser uma piada e não encontram mal nenhum na coisa. Outros, como bullies, acham divertido ver os outros a tropeçar.

E qual é o mal? Bem, boatos têm sempre consequências imprevisíveis. Em caso de dúvida, mais vale apostar naquilo que é verdade. «Mas é uma piada!» Sim, claro, mas se assim é, devia ser óbvio que é uma piada — não o sendo, é mais uma partida pregada a quem partilha estas imagens sem pensar.

(Não julguem que me julgo imune: estou certo que também já partilhei notícias ou imagens falsas. Naturalmente, não sei quais são. O melhor é avisarmo-nos uns aos outros. Como no caso dos erros de português, com alguma delicadeza, se faz favor.)

Mais vale sermos cuidadosos: quando a imagem ou a notícia é boa de mais (ou demonstra demasiado bem aquilo em que acreditamos), é esse o momento de desconfiar.

Se calhar, convém apostar numa campanha do tipo: «No Facebook, pare, escute e olhe!»


 

Receba os próximos artigos


Autor
Marco Neves

Professor na Universidade Nova de Lisboa, tradutor na Eurologos e autor da História do Português desde o Big Bang.

Comentar

4 comentários
  • Não devemos perder tempo com as piadas do Marcelo. Mas a realidade é que a comunicação social, tudo que ele comenta, aproveita logo para fazerem propaganda á sua candidatura nas primeiras páginas dos jornais, e nas aberturas dos telejornais….
    Por uma Imprensa livre e Democrática!

  • Temos o caso da Marisa Matias, cujo cartaz “Uma POR todos”, foi manipulado e circula via mail e facebook, com a alteração da frase, passando esta a : “uma PARA todos” com óbvia conotação sexual.

    Mas que tem piada, tem 🙂
    Embora ela possa não concordar 🙂

  • Foi tão contestada na comunicação social, eu até estranhei! Andaram anos sem falar do mrpp, durante tanto tempo, foi preciso aparecer a palavra “Morte aos Traidores!” para que toda a comunicação social fala-se no mrpp.. Estratégias que por vezes dão resultados, esta porém ainda não sei se deram….

Certas Palavras

Receba os próximos artigos

Subscription received!

Please check your email to confirm your newsletter subscription.

Autor

Marco Neves

Blogs do Ano - Nomeado Política, Educação e Economia