Certas PalavrasPágina de Marco Neves sobre línguas e outras viagens

Viagens pelas línguas da Europa

Como hoje é o Dia Europeu das Línguas, vou propor-vos um percurso pelas viagens que já fizemos, neste blogue, pelas línguas da Europa.

Começamos em Lisboa, onde há dois anos, precisamente neste dia, apontei cinco delícias da língua portuguesa na boca de uma alemã.

Avançamos para norte, até Santiago de Compostela, onde andei perdido em mil aventuras a falar a nossa língua para lá da fronteira.

Rumamos depois a Madrid, onde pergunto como se chama, afinal, a língua dos madrilenos.

Entro num comboio de alta velocidade até Bilbau, para encontrar por lá algumas deliciosas palavras bascas.

Depois, dou um salto a Barcelona, para sentir cócegas com as palavras catalãs.

Ando para sul, para perguntar qual é a língua de Gibraltar.

Dali, entro num avião para voar até Londres, onde converso com o leitor sobre a estranha simplicidade dos verbos ingleses.

Ponho-me num comboio, atravesso o Túnel da Mancha e encontro palavras francesas de origem portuguesa.

Vamos de carro até Itália, onde convido o leitor a mergulhar nas muitas maneiras de dizer «praia».

Saltando o Adriático, nas belas costas da Croácia, ficamos a conhecer uma língua que já morreu.

Dali a Atenas é um saltinho: é por lá que descobrimos a estranha maneira como os gregos dizem «água».

Com mais um salto no mapa, perguntamo-nos que línguas se falam na Ucrânia.

Já na Rússia, exploramos o nome da sexta-feira, para depois darmos mais um salto à Galiza, onde encontramos os nossos dias da semana.

De volta ao ponto de partida, nada como descobrir as muitas línguas de Portugal.

E, pronto: foi a forma de comemorar o Dia Europeu das Línguas neste blogue que anda sempre a saltitar de língua em língua.

Um excelente Dia das Línguas e até breve!

Receba os próximos artigos


Autor
Marco Neves

Professor na Universidade Nova de Lisboa, tradutor na Eurologos e autor da História do Português desde o Big Bang.

Comentar

Certas Palavras

Autor

Marco Neves

Blogs do Ano - Nomeado Política, Educação e Economia